Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Simplesmente Viajar

Blog pessoal de viagens

Simplesmente Viajar

Blog pessoal de viagens

Passeio a Tróia e Comporta, uma combinação perfeita

20.08.18 | Simplesmente Viajar

IMG_9567.jpg

Localizada a cerca de 1 hora de distância de Lisboa, a linda península de Tróia permite-lhe disfrutar de bonitas praias de areia branca e águas muito tranquilas as quais, com uma vista soberba para o verdejante parque natural da serra da Arrábida, oferecem um cenário extremamente agradável.

 

COMO CHEGAR

Para chegar a Tróia vindo de Lisboa, a opção mais frequente é atravessar o Ferry que se pode apanhar em Setúbal na Doca do Comércio. Preço para 2 adultos, 1 criança e viatura fica em cerca de 21,55€ (ida).

Com alguma sorte poderá ainda ter o privilégio de avistar os golfinhos que moram no Estuário do Sado. Atualmente são cerca de 28 e nos anos 80 já foram perto de 40.

IMG_9538.JPG

 

PRAIA BICO DAS LULAS

Esta foi a praia por nós escolhida para passar a manhã.

O estacionamento não é tarefa fácil. Tróia está muito desenvolvida relativamente a empreendimentos hoteleiros e, consequentemente, um grande corrupio de turistas. Assim sendo não tivemos outra opção senão estacionar num parque subterrâneo junto à marina e fazer o percurso a pé até à praia. Existem vários passadiços de madeira até às praias, o que facilita o acesso às mesmas e, em simultâneo, permitem a preservação das dunas.

 

Mesmo em frente à praia do Bico das Lulas existe um grande banco de areia, o que torna esta praia uma verdadeira piscina de águas tranquilas para crianças e adultos.

IMG_9543.JPG

IMG_9551.jpg

IMG_9558.jpg

 

ONDE ALMOÇAR

O Restaurante escolhido para almoçar foi o famoso restaurante “A Escola”. Como o próprio nome indica este restaurante está localizado numa antiga escola primária, preservando toda a traça original do edifício. O mesmo fica localizado a cerca de 20 minutos de carro de Tróia e, ter uma reserva prévia, é fundamental para garantir lugar. Os pratos mais recomendados são, coelho de coentrada, a empada de coelho bravo ou a perdiz na púcara. Existem ainda outras especialidades tais como açorda de tomate com enguias fritas e o pombo de nabiçada. Para terminar recomendo uma sobremesa divinal chamada Visconde.

IMG_9593.JPG

IMG_9595.jpg

IMG_9621.jpg

 

PASSEIO PELOS ARROZAIS

Portugal produz cerca de 150 milhões de Kg de arroz por ano, provenientes das principais zonas: Vale do Tejo, Sado e Mondego. Mesmo assim o arroz não chega para as encomendas e somos obrigados a importar mais de cerca de 40%. Por esta altura, agosto, os arrozais têm ainda um verde lindo proporcionando uma paisagem a perder de vista que merece bem a pena contemplar.

IMG_9583.JPG

IMG_9582.JPG

 

PRAIA DO PEGO

Para passar a tarde escolhemos a praia do Pego na Comporta. O areal é a perder de vista até quase à zona de Sines e tem ainda o excelente Restaurante/Bar chamado SAL o qual é considerado um dos locais mais "in"da Comporta. Em 2015 foi eleito pela publicação norte-americana Condé Nast Traveler como o melhor bar de praia do mundo. Na zona do Bar recomendo que experimente os gelados artesanais de abacaxi & hortelã, frutos vermelhos ou limão + manjericão & gengibre…..uma verdadeira delícia!

Por último a assinalar que esta praia tem parque de estacionamento pago com uma taxa fixa de 4,10€ até às 17:00.

IMG_9639.jpg

IMG_9640.jpg

IMG_9650.JPG

IMG_9653.jpg

IMG_9642.jpg

 

PONTE DA CARRASQUEIRA – Cais Palafítico

Depois da tarde de praia, e antes do pôr do sol, fizemos uma visita à mítica ponte da Carrasqueira, o conhecido Cais Palafítico.

O Cais Palaífito na Carrasqueira é um dos locais mais visitados no concelho de Alcácer do Sal. Obra-prima da arquitetura popular, erigida nas décadas de 50 e 60, é a única na Europa e está construída em estacas de madeira irregular. Ponto de atração turística, nomeadamente para tirar lindas fotografias do pôr do sol.

IMG-20180815-WA0013.jpg

 

ONDE JANTAR

O restaurante A Rola na Carrasqueira foi o restaurante escolhido para terminar este belo passeio. Uma casa simples, mas com uma ementa de fazer crescer água na boca, onde o destaque vai para o peixe e para o marisco. A salientar o arroz de lingueirão, ensopado de enguias, arroz de marisco, espetada de gambas com arroz de berbigão, choquinhos de coentrada, massa de cherne, arroz de tamboril, choco frito ou grelhado no carvão. O difícil é mesmo escolher.