Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Simplesmente Viajar

Blog pessoal de viagens

Simplesmente Viajar

Blog pessoal de viagens

Cabo Verde. Um paraíso aqui tão perto.

26.05.18 | Simplesmente Viajar

Cabo Verde é um arquipélago formado por dez ilhas vulcânicas, que beneficiam de um clima quente todo o ano, sendo o destino ideal para se fazer uma escapadinha de praia.

Fizemos um pacote à nossa medida, pois não queríamos estar presos aos tradicionais pacotes de 8dias/7noites, e optámos por umas miniférias de 6 dias na ilha do Sal.

IMG_0803.jpg

Como ir

Quer a TAP quer a Companhia aérea de Cabo Verde TACV têm voos diretos, a partir de Lisboa, com a duração de 4 horas. Quando chegámos ao aeroporto internacional da ilha do Sal, Amílcar Cabral, apanhámos um táxi para o Hotel que nos ficou em 15EUR.

 

Onde ficar

O Hotel Oasis Belorizonte é uma boa opção no que respeita à relação qualidade/preço.

Existe a possibilidade de fazer a reserva com a modalidade de “Tudo Incluído”, o que é um descanso principalmente quando viajamos com crianças. Os bangalows na praia são muito simpáticos e podem acolher famílias até 2 adultos + 2 crianças. Existem ainda 3 piscinas em todo o complexo do hotel e à noite a animação é garantida. Este hotel tem ainda uma excelente localização pois fica a cerca de 300 metros da cidade de Santa Maria e do famoso pontão. Sendo a ilha do Sal bastante ventosa, a baía de Santa Maria é, sem dúvida, um pouco mais protegida neste aspeto.

 

IMG-20180427-WA0008.jpg

IMG-20180428-WA0018.jpg

 

O que fazer

A ilha do Sal é uma ilha muito pequena, com apenas 30Km de comprimento por 12Km de largura.

Não há, efetivamente, muita coisa para fazer para além de muita praia e piscina. No entanto deixo aqui algumas dicas para os que, como nós, não conseguem ficar parados muito tempo no mesmo sítio:

 

Cidade de Santa Maria

É o segundo maior centro populacional da ilha e é o centro turístico.

Se quer comprar algum artesanato para si, ou para oferecer, o ideal é ir às pequenas barraquinhas de artesanato que se encontram nas zonas mais junto à praia na cidade de Santa Maria. Por norma nas lojas é bem mais caro.

Poderá ainda encontrar alguns cafés e restaurantes interessantes.IMG_0754(1).jpg

IMG_0756.jpg

Ir ao pontão ver os pescadores

O pontão situa-se junto à cidade de Santa Maria. Quase todos os dias de manhã fazíamos uma pequena caminhada pela praia até ao pontão.

Por volta das 10:30 os barcos chegam carregados de peixe. Ali na hora o peixe é amanhado e vendido, sendo o

atum um dos peixes mais abundantes e bonitos de se ver.

 

IMG_0679.jpg

IMG_0763(1).jpg

IMG-20180427-WA0009.jpg

IMG-20180525-WA0000.jpg

Praia de Santa Maria

De longe a melhor praia da ilha do Sal. A água é de um azul lindo e transparente, exatamente como nas fotos que são usadas nas agências de viagens. A areia é fina e branca, e a praia é bastante grande o que permite passeios muito agradáveis pelo areal.

Sim, o vento em Cabo Verde existe e é uma realidade. No entanto até pensei que fosse bem pior. Quando o calor aperta até sabe muito bem.

IMG-20180425-WA0002.jpg

Um tour pela ilha

Junto aos hotéis e no pontão existem várias empresas com ofertas de tours pela ilha.

Normalmente estes tours são das 9:30 às 16:00, e em carrinhas de caixa aberta. Se procurar também encontra em carrinhas fechadas, mas não é tão comum. O preço por adulto pode variar entre os 20EUR e 25EUR. Se negociar o preço por criança pode ter um desconto de 50%. Para além deste preço base existem ainda alguns custos adicionais que menciono em baixo.

 

O que pode ver então neste tour:

Vila Piscatória de Palmeira

Tem um porto que, para além da atividade comercial, estabelece rodovias de mar com outras ilhas nomeadamente as de São Nicolau e Boa Vista. As cores quentes são predominantes como podem ver pelas fotos em baixo.

2018-05-03 00.28.57.jpg

IMG-20180429-WA0008.jpg

Buracona

Aqui existem 2 pontos de interesse. Um é o chamado olho azul. Entre as rochas formou-se uma caverna subaquática, sendo que no período entre as 11h00 e as 12h00 a incidência dos raios solares nessa mesma caverna criam um efeito idílico, semelhante a um olho azul.

O outro ponto de interesse são as piscinas naturais que também existem nesta zona. Durante o tour há tempo para dar um belo mergulho.

Entrada: 3EUR por adulto

IMG-20180429-WA0003 II.jpg

Cidade dos Espargos

É a capital da ilha do Sal e a cidade com mais habitantes.

Aqui fizemos uma paragem para o almoço e tivemos oportunidade de experimentar a bela e tradicional cachupa.

Preço da refeição. Entre 12EUR e 15EUR por pessoa.

 

Baia da Parda para avistar os tubarões Limão

É incrível como podemos estar a cerca de 10 metros dos tubarões limão sem qualquer tipo de equipamento de mergulho. Depois de caminhar alguns minutos dentro de água sobre uma zona rochosa, eis que avistamos estes tubarões que podem chegar aos 3 metros de comprimentos. Não há que ter receio pois eles só tricam mesmo outros peixinhos. Deixo aqui uma dica, levem convosco uns sapatos próprios para andar na água. A zona é muito rochosa e praticamente impossível andar descalço. Caso contrário há sempre quem esteja pelo local e que alugue estes sapatos por 2EUR.

 

Salinas de Pedra de Lume

Aqui podemos encontrar a cratera de um antigo vulcão, para onde a água do mar consegue infiltra-se e depois evaporar-se formando estas famosas salinas. Aqui é ainda possível banharmo-nos em águas cerca de 25 vezes mais salgadas que a água do mar. É muito divertido, para adultos e crianças, podermos boiar sem qualquer esforço. Recomendo que levem toalha, que não deixem esta água salgada entrar para dentro dos olhos e, se tiverem alguma ferida, cuidado que esta vai arder.

Depois desta experiência tem a possibilidade de tomar um duche de água doce, ou tomar um copo e comer qualquer coisa no pequeno bar que existe no local.

Entrada: 5EUR por adulto. Crianças mais pequenas não pagam entrada.

Duche de água doce 1EUR

IMG-20180428-WA0010.jpg

IMG-20180428-WA0007.jpg

O que comer

Uma vez que a reserva da nossa viagem foi com a opção de “Tudo Incluído”, sinceramente não exploramos muito os restaurantes que existem nas redondezas. No entanto fomos experimentar um restaurante muito recomendado e que adorámos Odjodagua.

As grelhadas mistas de peixe são deliciosas e a proximidade e vista para o mar é soberba.

IMG_0791.jpg

IMG-20180503-WA0001.jpg 

Recomendações

  • Para a entrada em Cabo Verde é necessário visto. Pode tirar o visto à chegada no aeroporto, cerca de 25EUR, ou então tirar previamente na embaixada de Cabo Verde em Lisboa.
  • Passaporte
  • Impreterível apenas beber água engarrafada.
  • Utilizar repelente de insetos, nomeadamente ao final do dia e à noite.
  • Apesar de em Cabo Verde a moeda local ser o escudo cabo-verdiano, em todo o lado aceitam EUR.
  • A diferença horária, dependendo da altura no ano, pode ser 1 ou 2 horas.