Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplesmente Viajar

Blog pessoal de viagens

Simplesmente Viajar

Blog pessoal de viagens

Passeio a Tróia e Comporta, uma combinação perfeita

20.08.18 | Simplesmente Viajar

IMG_9567.jpg

Localizada a cerca de 1 hora de distância de Lisboa, a linda península de Tróia permite-lhe disfrutar de bonitas praias de areia branca e águas muito tranquilas as quais, com uma vista soberba para o verdejante parque natural da serra da Arrábida, oferecem um cenário extremamente agradável.

 

COMO CHEGAR

Para chegar a Tróia vindo de Lisboa, a opção mais frequente é atravessar o Ferry que se pode apanhar em Setúbal na Doca do Comércio. Preço para 2 adultos, 1 criança e viatura fica em cerca de 21,55€ (ida).

Com alguma sorte poderá ainda ter o privilégio de avistar os golfinhos que moram no Estuário do Sado. Atualmente são cerca de 28 e nos anos 80 já foram perto de 40.

IMG_9538.JPG

 

PRAIA BICO DAS LULAS

Esta foi a praia por nós escolhida para passar a manhã.

O estacionamento não é tarefa fácil. Tróia está muito desenvolvida relativamente a empreendimentos hoteleiros e, consequentemente, um grande corrupio de turistas. Assim sendo não tivemos outra opção senão estacionar num parque subterrâneo junto à marina e fazer o percurso a pé até à praia. Existem vários passadiços de madeira até às praias, o que facilita o acesso às mesmas e, em simultâneo, permitem a preservação das dunas.

 

Mesmo em frente à praia do Bico das Lulas existe um grande banco de areia, o que torna esta praia uma verdadeira piscina de águas tranquilas para crianças e adultos.

IMG_9543.JPG

IMG_9551.jpg

IMG_9558.jpg

 

ONDE ALMOÇAR

O Restaurante escolhido para almoçar foi o famoso restaurante “A Escola”. Como o próprio nome indica este restaurante está localizado numa antiga escola primária, preservando toda a traça original do edifício. O mesmo fica localizado a cerca de 20 minutos de carro de Tróia e, ter uma reserva prévia, é fundamental para garantir lugar. Os pratos mais recomendados são, coelho de coentrada, a empada de coelho bravo ou a perdiz na púcara. Existem ainda outras especialidades tais como açorda de tomate com enguias fritas e o pombo de nabiçada. Para terminar recomendo uma sobremesa divinal chamada Visconde.

IMG_9593.JPG

IMG_9595.jpg

IMG_9621.jpg

 

PASSEIO PELOS ARROZAIS

Portugal produz cerca de 150 milhões de Kg de arroz por ano, provenientes das principais zonas: Vale do Tejo, Sado e Mondego. Mesmo assim o arroz não chega para as encomendas e somos obrigados a importar mais de cerca de 40%. Por esta altura, agosto, os arrozais têm ainda um verde lindo proporcionando uma paisagem a perder de vista que merece bem a pena contemplar.

IMG_9583.JPG

IMG_9582.JPG

 

PRAIA DO PEGO

Para passar a tarde escolhemos a praia do Pego na Comporta. O areal é a perder de vista até quase à zona de Sines e tem ainda o excelente Restaurante/Bar chamado SAL o qual é considerado um dos locais mais "in"da Comporta. Em 2015 foi eleito pela publicação norte-americana Condé Nast Traveler como o melhor bar de praia do mundo. Na zona do Bar recomendo que experimente os gelados artesanais de abacaxi & hortelã, frutos vermelhos ou limão + manjericão & gengibre…..uma verdadeira delícia!

Por último a assinalar que esta praia tem parque de estacionamento pago com uma taxa fixa de 4,10€ até às 17:00.

IMG_9639.jpg

IMG_9640.jpg

IMG_9650.JPG

IMG_9653.jpg

IMG_9642.jpg

 

PONTE DA CARRASQUEIRA – Cais Palafítico

Depois da tarde de praia, e antes do pôr do sol, fizemos uma visita à mítica ponte da Carrasqueira, o conhecido Cais Palafítico.

O Cais Palaífito na Carrasqueira é um dos locais mais visitados no concelho de Alcácer do Sal. Obra-prima da arquitetura popular, erigida nas décadas de 50 e 60, é a única na Europa e está construída em estacas de madeira irregular. Ponto de atração turística, nomeadamente para tirar lindas fotografias do pôr do sol.

IMG-20180815-WA0013.jpg

 

ONDE JANTAR

O restaurante A Rola na Carrasqueira foi o restaurante escolhido para terminar este belo passeio. Uma casa simples, mas com uma ementa de fazer crescer água na boca, onde o destaque vai para o peixe e para o marisco. A salientar o arroz de lingueirão, ensopado de enguias, arroz de marisco, espetada de gambas com arroz de berbigão, choquinhos de coentrada, massa de cherne, arroz de tamboril, choco frito ou grelhado no carvão. O difícil é mesmo escolher.

A Croácia está na moda

14.08.18 | Simplesmente Viajar

Depois de largos anos de violentos conflitos entre Croatas e Sérvios, apenas nos anos 90 a Croácia conseguiu a sua independência. Independência essa ainda um pouco frágil no início, uma vez que terão sido violados vários cessar-fogos e onde foi necessária a intervenção da Organização das Nações Unidas.

A Croácia fez o pedido de adesão à União Europeia em 2003 e apenas a 1 de Julho de 2013 este país tornou-se seu estado membro.

A Croácia está na moda! Nos últimos 15 anos a Croácia viu duplicar o número de turistas anuais, tendo sido o turismo um dos principais motores a reerguer a economia croata. 18% do PIB já depende dos turistas. Este é um país com mais de mil ilhas, com uma costa banhada por mar azul cristalino e lindas cidades medievais património da UNESCO. Os argumentos para visitar este país, são assim, mais do que muitos.

IMG_2539.JPG

COMO IR

Quer a TAP quer a CROATIA Airlines já tem voos diretos Lisboa-Zagreb com uma duração de voo de cerca de 3h e meia. Se quiser espreitar uma opção mais barata recomendo um voo Lisboa-Veneza pela Easyjet e depois pode contratar os serviços de transfer Connecto Transfer de Veneza a Pula (Croácia).

Alugar um carro na Croácia é fundamental. Esta é, sem dúvida, a melhor opção para percorrer as maravilhas que este país tem para lhe oferecer.

 

O QUE VISITAR

 

Pula

Optámos pela opção de voar pela Easyjet Lisboa-Veneza. No aeroporto em Veneza tínhamos à nossa espera um transfere da empresa Connecto Transfer para nos levar até Pula. Ficámos hospedados no lindo e simpático Hotel Velanera

Pula é uma cidade milenar, possui um conjunto riquíssimo de vestígios da época em que pertenceu ao Império Romano. A destacar o Anfiteatro, localmente mais conhecido por Arena, o Arco dos Sérgios e um lindo teatro. Todos estes monumentos datados da era Romana.

 

IMG_1245.jpg

Rovinj

Seguindo viagem sempre rumo ao sul, e a 40km de Pula, a paragem seguinte foi em Rovinj. Um centro turístico popular e com um ativo porto de pesca. Com apenas cerca de 14 mil habitantes é uma cidade muito charmosa. Recomendo uma volta pelo centro histórico, subir até à catedral de Sveta Eufemija pela Rua Ulica Grisia para apreciar a linda paisagem e um passeio junto ao Porto de Rovinj.

 

IMG_1294.JPG

 

Plitvice Park

Seguimos de Rovinj para Plitvice Park uma viagem que durou cerca de 3h e 15minutos.

O Parque Nacional dos Lagos de Plitvice é uma reserva florestal de cerca de 295 quilómetros quadrados no centro da Croácia. A sua beleza inigualável proporciona-nos a possibilidade de apreciar uma cadeia de 16 lagos unidos por cascatas. Existem vários passeios e trilhos de caminhada que circundam e atravessam a água. Lindíssimo.

IMG_1375.JPG

IMG_1366.JPG 

Onde Ficar

Hotel Plitvice Palace

Preços

O preço de 1 bilhete para 1 dia, para adulto, pode variar entre os 8EUR e os 20EUR consoante se trate de época baixa ou época alta. As crianças até aos 7 anos pagam 50% do valor do bilhete.

 

Zadar

Zadar fica a cerca de 134 quilómetros do Plitvice Park, ou seja, cerca de 1h e 45minutos de carro. Zadar é uma joia da costa central do Mar Adriático da Croácia, com mais de 3mil anos de história. Dos monumentos históricos às belezas naturais, a destacar a sua cidade medieval amuralhada. A forma mais fácil de circular pelas típicas ruas estreitas e por entre variadíssimas casas de pedra é mesmo a pé.

IMG_1423.JPG

IMG_1486.JPG

IMG_1493.JPG

Onde Ficar

Recomendo os lindos apartamentos Villa Diana Zadar

 

Split

Cerca de mais 2 horas de carro e chegamos ao nosso próximo destino, a cidade de Split.

Esta é a segunda cidade mais populosa da Croácia e, a partir de Split, é possível fazer ligação marítima com algumas outras ilhas de interesse na Croácia.

Esta é mais uma cidade repleta de história viva onde os seus tesouros se mantem incrivelmente bem preservados. O principal tesouro será, certamente, o Palácio de Diocleciano erguido a pedido do Imperador Diocleciano (245-313). Só para terem uma ideia, toda a estrutura do Palácio de Diocleciano, onde Diocleciano viveu os seus últimos dias, ocupa uma área total de 31 mil metros quadrados. Existem 4 portas de acesso ao Palácio.

Portão de Bronze ao sul, Portão de Ouro ao norte, Portão de Prata a leste e Portão de Ferro a oeste. Estes portões são excelentes pontos de referência numa área que mais parece uma minicidade, onde só é permitido trânsito pedestre.

IMG_1563.jpg

IMG_1542.JPG

IMG_1552.JPG

IMG_1577.JPG

IMG_1587.JPG

Onde Ficar

Recomendo vivamente a experiência de ficar alojado dentro desta minicidade.

Apartamento: UNESCO Heritage Site Double

 

Hvar

Depois da visita à bonita cidade de Split, com o seu belo Palácio de Diocleciano património da UNESCO, chegou o momento de apanhar o Ferry rumo a Hvar.

Car ferry da Jadrolinija Car ferry Jadrolinija . Esta foi a empresa que optámos para fazer a travessia de barco de Split para Hvar.

IMG_1590.JPG

Preço: Para 1 carro, 2 adultos e uma criança pagámos cerca de 80EUR.

 

Esta ilha do mar Adriático é bastante conhecida como instância de verão e muitas são as praias bonitas que aqui poderá encontrar. Ainda a destacar as suas belas muralhas do século XIII, a fortaleza no top da colina e uma bonita e muito agradável praça central assente junto à Catedral de Hvar da era renascentista.

IMG_1618.JPG

IMG_1668.JPG

IMG_1671.JPG

IMG_1919.JPG

IMG_1967.JPG

IMG_1729.jpg

Todas as praias que encontrámos ao longo da costa croata não tem areia, mas sim pequenas pedrinhas. Recomendo a utilização de calçado apropriado pois, de outra forma, pode ser um pouco desconfortável.

IMG_1942.JPG

Onde Ficar

Precisamente por Hvar ser considerada uma instância de verão optámos por um Resort junto ao mar. O preço é um pouco mais elevado, mas todas as comodidades do Resort compensam o investimento. Amfora Hvar Grand Beach Resort

IMG_2020.JPG

 

Praia de Zlatni Rat a melhor praia de Croácia

Zlatni Rat significa chifre dourado em croata. A praia, em forma de língua triangular, estende-se sobre o mar por cerca de meio quilômetro. Maravilhosa! Uma experiência a não perder.

Para chegar a esta praia deslumbrante basta ir até ao porto de Jelsa em Hvar e apanhar o barco para Bol. O bilhete custa cerca de 10EUR ida e volta. Aqui optámos por não levar carro e, quando chegámos a Bol, apanhámos um táxi até à praia. A travessia tem a duração de cerca de 30minutos e, para nosso deslumbramento, ainda foi possível avistar golfinhos.

IMG_1798.JPG

IMG_1815.JPG

IMG_1849.JPG

IMG_1879.JPG

Dubrovnik

Dubrovnik foi o último destino a visitar neste país maravilhoso que é a Croácia.

Pela sua beleza natural e urbanística, e pelo que representa para a história, Dubrovnik é conhecida como “a Pérola do Adriático”. As lindas muralhas que rodeiam esta cidade estão classificadas como Património Mundial pela UNESCO. Se estiver interessado em visitar as muralhas poderá fazê-lo, um passeio com cerca de 2 quilómetros e um custo de 17EUR por pessoa.

Para além de toda a parte histórica, muito bem conservada, a salientar ainda toda uma zona muito charmosa de cafés e restaurantes que poderá encontrar na parte antiga da cidade.

Se quiser tem ainda a possibilidade de subir de teleférico teleférico e tirar umas bonitas fotos panorâmicas desta cidade banhada pelas águas do mediterrâneo. A subida dura cerca de 10 minutos, e tem um custo de 20EUR por pessoa ida e volta.

IMG_2539.JPG

IMG_2553.JPG

IMG_2370.JPG

IMG_2509.JPG

IMG_2609.JPG

Onde Ficar

Para pernoitar nesta bela cidade escolhemos o hotel Valamar Dubrovnik President Hotel Hotel Valamar Dubrovnik President

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS

População: 4.784.000

Capital: Zagreb: Quase um milhão de habitantes

Língua oficial: Croata

Moeda oficial: Kuna

Regime de entrada na Croácia: Pode entrar com o cartão de cidadão. Não é necessário passaporte para os portugueses.

Saúde: O cartão Europeu de Seguro de doença é aceite neste país. Através deste cartão terá direito a utilizar os mesmos serviços públicos de cuidados de saúde, nas mesmas condições e com os mesmos custos que os cidadãos croatas.