Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplesmente Viajar

Blog pessoal de viagens

Simplesmente Viajar

Blog pessoal de viagens

BLOGS PORTUGAL - Eu já aderi

31.05.18 | Simplesmente Viajar

hero_banner_blogs_portugal.png

 

Inscrevi-me recentemente no BLOGS PORTUGAL.

Para quem não conhece, esta plataforma pretende reunir uma lista exaustiva da blogosfera portuguesa.

Essa lista está organizada por categorias e popularidade, os utilizadores podem submeter o seu blog gratuitamente e obter assim maior visibilidade da internet.

 

As vantagens de submeter o seu blog são então as seguintes:

  • Ganhe visibilidade para o seu blogue
  • Aumente o seu tráfego
  • Aumente o seu número de seguidores nas redes sociais
  • Seja mais facilmente descoberto no Google e outros motores de pesquisa
  • Faça parte de uma plataforma e comunidade em crescimento
  • Esteja mais visível para as marcas, será mais fácil monetizar o seu blogue
  • Compare a popularidade do seu blogue com os concorrentes
  • Seja inspirado pelos melhores Blogs de Portugal

Pode encontrar toda esta informação, e muito mais, em: Blogs Portugal

Eu já aderi e estou muito satisfeita com toda esta panóplia de serviços que tenho agora à minha disposição 😊

Cabo Verde. Um paraíso aqui tão perto.

26.05.18 | Simplesmente Viajar

Cabo Verde é um arquipélago formado por dez ilhas vulcânicas, que beneficiam de um clima quente todo o ano, sendo o destino ideal para se fazer uma escapadinha de praia.

Fizemos um pacote à nossa medida, pois não queríamos estar presos aos tradicionais pacotes de 8dias/7noites, e optámos por umas miniférias de 6 dias na ilha do Sal.

IMG_0803.jpg

Como ir

Quer a TAP quer a Companhia aérea de Cabo Verde TACV têm voos diretos, a partir de Lisboa, com a duração de 4 horas. Quando chegámos ao aeroporto internacional da ilha do Sal, Amílcar Cabral, apanhámos um táxi para o Hotel que nos ficou em 15EUR.

 

Onde ficar

O Hotel Oasis Belorizonte é uma boa opção no que respeita à relação qualidade/preço.

Existe a possibilidade de fazer a reserva com a modalidade de “Tudo Incluído”, o que é um descanso principalmente quando viajamos com crianças. Os bangalows na praia são muito simpáticos e podem acolher famílias até 2 adultos + 2 crianças. Existem ainda 3 piscinas em todo o complexo do hotel e à noite a animação é garantida. Este hotel tem ainda uma excelente localização pois fica a cerca de 300 metros da cidade de Santa Maria e do famoso pontão. Sendo a ilha do Sal bastante ventosa, a baía de Santa Maria é, sem dúvida, um pouco mais protegida neste aspeto.

 

IMG-20180427-WA0008.jpg

IMG-20180428-WA0018.jpg

 

O que fazer

A ilha do Sal é uma ilha muito pequena, com apenas 30Km de comprimento por 12Km de largura.

Não há, efetivamente, muita coisa para fazer para além de muita praia e piscina. No entanto deixo aqui algumas dicas para os que, como nós, não conseguem ficar parados muito tempo no mesmo sítio:

 

Cidade de Santa Maria

É o segundo maior centro populacional da ilha e é o centro turístico.

Se quer comprar algum artesanato para si, ou para oferecer, o ideal é ir às pequenas barraquinhas de artesanato que se encontram nas zonas mais junto à praia na cidade de Santa Maria. Por norma nas lojas é bem mais caro.

Poderá ainda encontrar alguns cafés e restaurantes interessantes.IMG_0754(1).jpg

IMG_0756.jpg

Ir ao pontão ver os pescadores

O pontão situa-se junto à cidade de Santa Maria. Quase todos os dias de manhã fazíamos uma pequena caminhada pela praia até ao pontão.

Por volta das 10:30 os barcos chegam carregados de peixe. Ali na hora o peixe é amanhado e vendido, sendo o

atum um dos peixes mais abundantes e bonitos de se ver.

 

IMG_0679.jpg

IMG_0763(1).jpg

IMG-20180427-WA0009.jpg

IMG-20180525-WA0000.jpg

Praia de Santa Maria

De longe a melhor praia da ilha do Sal. A água é de um azul lindo e transparente, exatamente como nas fotos que são usadas nas agências de viagens. A areia é fina e branca, e a praia é bastante grande o que permite passeios muito agradáveis pelo areal.

Sim, o vento em Cabo Verde existe e é uma realidade. No entanto até pensei que fosse bem pior. Quando o calor aperta até sabe muito bem.

IMG-20180425-WA0002.jpg

Um tour pela ilha

Junto aos hotéis e no pontão existem várias empresas com ofertas de tours pela ilha.

Normalmente estes tours são das 9:30 às 16:00, e em carrinhas de caixa aberta. Se procurar também encontra em carrinhas fechadas, mas não é tão comum. O preço por adulto pode variar entre os 20EUR e 25EUR. Se negociar o preço por criança pode ter um desconto de 50%. Para além deste preço base existem ainda alguns custos adicionais que menciono em baixo.

 

O que pode ver então neste tour:

Vila Piscatória de Palmeira

Tem um porto que, para além da atividade comercial, estabelece rodovias de mar com outras ilhas nomeadamente as de São Nicolau e Boa Vista. As cores quentes são predominantes como podem ver pelas fotos em baixo.

2018-05-03 00.28.57.jpg

IMG-20180429-WA0008.jpg

Buracona

Aqui existem 2 pontos de interesse. Um é o chamado olho azul. Entre as rochas formou-se uma caverna subaquática, sendo que no período entre as 11h00 e as 12h00 a incidência dos raios solares nessa mesma caverna criam um efeito idílico, semelhante a um olho azul.

O outro ponto de interesse são as piscinas naturais que também existem nesta zona. Durante o tour há tempo para dar um belo mergulho.

Entrada: 3EUR por adulto

IMG-20180429-WA0003 II.jpg

Cidade dos Espargos

É a capital da ilha do Sal e a cidade com mais habitantes.

Aqui fizemos uma paragem para o almoço e tivemos oportunidade de experimentar a bela e tradicional cachupa.

Preço da refeição. Entre 12EUR e 15EUR por pessoa.

 

Baia da Parda para avistar os tubarões Limão

É incrível como podemos estar a cerca de 10 metros dos tubarões limão sem qualquer tipo de equipamento de mergulho. Depois de caminhar alguns minutos dentro de água sobre uma zona rochosa, eis que avistamos estes tubarões que podem chegar aos 3 metros de comprimentos. Não há que ter receio pois eles só tricam mesmo outros peixinhos. Deixo aqui uma dica, levem convosco uns sapatos próprios para andar na água. A zona é muito rochosa e praticamente impossível andar descalço. Caso contrário há sempre quem esteja pelo local e que alugue estes sapatos por 2EUR.

 

Salinas de Pedra de Lume

Aqui podemos encontrar a cratera de um antigo vulcão, para onde a água do mar consegue infiltra-se e depois evaporar-se formando estas famosas salinas. Aqui é ainda possível banharmo-nos em águas cerca de 25 vezes mais salgadas que a água do mar. É muito divertido, para adultos e crianças, podermos boiar sem qualquer esforço. Recomendo que levem toalha, que não deixem esta água salgada entrar para dentro dos olhos e, se tiverem alguma ferida, cuidado que esta vai arder.

Depois desta experiência tem a possibilidade de tomar um duche de água doce, ou tomar um copo e comer qualquer coisa no pequeno bar que existe no local.

Entrada: 5EUR por adulto. Crianças mais pequenas não pagam entrada.

Duche de água doce 1EUR

IMG-20180428-WA0010.jpg

IMG-20180428-WA0007.jpg

O que comer

Uma vez que a reserva da nossa viagem foi com a opção de “Tudo Incluído”, sinceramente não exploramos muito os restaurantes que existem nas redondezas. No entanto fomos experimentar um restaurante muito recomendado e que adorámos Odjodagua.

As grelhadas mistas de peixe são deliciosas e a proximidade e vista para o mar é soberba.

IMG_0791.jpg

IMG-20180503-WA0001.jpg 

Recomendações

  • Para a entrada em Cabo Verde é necessário visto. Pode tirar o visto à chegada no aeroporto, cerca de 25EUR, ou então tirar previamente na embaixada de Cabo Verde em Lisboa.
  • Passaporte
  • Impreterível apenas beber água engarrafada.
  • Utilizar repelente de insetos, nomeadamente ao final do dia e à noite.
  • Apesar de em Cabo Verde a moeda local ser o escudo cabo-verdiano, em todo o lado aceitam EUR.
  • A diferença horária, dependendo da altura no ano, pode ser 1 ou 2 horas.

Viajar alimenta o espírito

25.05.18 | Simplesmente Viajar

IMG_9633.jpg

 

Viajar alimenta o espírito, permite-nos conhecer outras realidades e culturas tão diferentes das nossas….e muitas vezes não é preciso apanhar um avião para podermos ter essa experiência.

Felizmente que existem já muitos blogs de viagens que, com os seus sugestivos e completos post´s, nos proporcionam essas experiências….mesmo que espiritualmente.

Quero assim destacar um desses blogs que já me fez viajar sem ter de sair de casa: Voltoja

 

Assim espero eu também, através do meu blog, dos meus post´s e das minhas fotos, alimentar e enriquecer a experiência de quem tem este gostinho especial por viajar.

 

Até já!

 

Tudo o que precisa de saber para entrar na Rússia

17.05.18 | Simplesmente Viajar

 

Com o culminar do campeonato nacional, todas as atenções vão agora ficar voltadas para o Mundial 2018 na Rússia.
Deixo aqui então algumas dicas úteis relativamente ao que precisa de saber para entrar na Rússia.

IMG_2233.JPG

 


Para quem lá vai assistir aos jogos na qualidade de espectador/adepto:
Saiba que é possível entrar no país sem visto pois o mesmo é substituído pela obtenção do cartão de Adepto FAN ID.
A obtenção de cartão de Adepto não dispensa, no entanto, ter que ter um passaporte válido nacional com validade pelo menos até 25.07.2018. Se no momento em que estiver a fazer o check-in no aeroporto lhe for colocado algum obstáculo por não ter o visto, tem à sua disposição o número de telefone +7-495-741-1818 da linha de Apoio FAN ID.

Deixo aqui algumas curiosidades sobre o cartão de adepto:
Poderá ter acesso a transportes grátis mediante as regras mencionadas no site da Direção de Transportes do Mundial na  Federação da Rússia tickets transport
O FAN ID também se aplica a crianças menores de 14 anos.
Poderá ainda ter acesso a informação sobre quais as atividades recomendas para assistir entre os jogos de futebol no site russia travel
Todos os detalhes do cartão FAN ID poderão ser esclarecidos na zona de perguntas e respostas em: fun id help

 

Para quem for à Rússia, mas não vai assistir a nenhum jogo, tem que tirar o Visto de Turismo:
Antes de mais há que ter um passaporte válido pelo menos 6 meses após a data de saída da Rússia.
Preenchimento de um formulário para obtenção do visto: http://visa.kdmid.ru
Fotografia recente, a cores e com fundo branco.
Confirmação de receção de turista estrangeiro "VISA SUPPORT" – A agência federal do Turismo da Rússia tem que passar um documento onde atribui um número de referência relativamente à sua estadia na Rússia. Normalmente é a sua agência de viagens que trata desta referência. Se estiver a organizar a viagem por conta própria assegure-se que o hotel escolhido pode tratar deste documento por si. Realço que sem este documento não poderá tirar o Visto de Turismo.
Apólice de Seguro “Assistência em viagem” com valor de cobertura de 30.000 EUR.

Por fim, e quando tiver todos os documentos organizados, terá que fazer marcação de visita ao Centro de Vistos da Rússia para entrega dessa mesma documentação. As marcações poderão ser feitas online, através dos contactos telefónicos ou pessoalmente no centro de vistos da Rússia.

 

Aqui ficam os contactos:

Centro de Vistos da Rússia em Lisboa 

http://www.vhs-portugal.com/

Telefone: +351 309 979 009
Fax: +351 214 086 315
E-mail: info@vhs-portugal.com

 

Horário de funcionamento do Centro de vistos da Rússia:
Seg - Sex 09h00 às 17h00
Sáb, Dom - fechado

O atendimento a particulares é efetuado das 9h00 às 17h00

Rua Anjos 67A, Lisboa, 1150-035, Portugal

 

O Custo do visto por adulto é de 70EUR. O processo pode demorar entre 4 a 10 dias.

 

Poderá ainda encontrar muita informação útil para a sua visita à Rússia no Portal das Comunidades Portuguesas:
https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/
Depois de entrar no site basta selecionar o país para onde vai viajar. Pessoalmente consulto sempre este site antes de uma viagem.
 
Espero que as dicas tenham sido úteis e aproveito para informar que brevemente irei publicar outros post´s alusivos à Rússia.
Boa viagem!
 

Ir a Roma e ver o Papa

12.05.18 | Simplesmente Viajar

Roma foi o destino escolhido para fazermos a primeira viagem de avião com o nosso filho quando ele tinha apenas 14 meses.

Era importante sabermos se conseguíamos gerir a parte logística que um bebé requer e, ainda, saber qual a sua reação a esta nova experiência na sua vida….viajar.

 

6 dias seriam mais do que suficientes para esta aventura, e escolhemos o mês de Abril para aproveitar o feriado do 25 Abril.

Para além de aproveitar o feriado, o tempo em Itália nesta altura do ano já é bem primaveril, o que facilita toda a logística necessária.

 

A Easyjet foi a nossa opção para chegar até Roma. O preço ficou em cerca de 90EUR por pessoa.

 

Após aterrar no aeroporto de Roma, Fiumicino, apanhámos o comboio Leonardo Express do Aeroporto para a estação Termini (37km em 31minutos). Os comboios partem do aeroporto de meia em meia hora e têm um custo de 14EUR por pessoa. Quando chegámos à estação Termini aproveitámos e comprámos logo o Roma Pass, 30EUR por pessoa.

 

O Hotel escolhido foi o Hotel Galles http://www.galleshotelrome.com/ que fica super central e a uns escassos minutos a pé da estação Termini. Para 5 noites tivemos um custo de 330€.

 

Passear por Roma é maravilhoso. Os monumentos estão em simbiose com a cidade e a cada esquina, quando menos esperamos, eis que surge mais um pedaço de história….é verdadeiramente impressionante!

 

IMG_4417.JPG

IMG_4709.JPG

IMG_4475.JPG

IMG_4393.JPG

As praças e pracetas são também uma constante pelas ruas de Roma. Ideais para se fazer uma pausa das caminhadas, sentar numa esplanada, saborear um delicioso gelado e ouvir o som maravilhoso do violoncelo.